sábado, 22 de novembro de 2008

CASO LUMEN CHRISTI GERA CONFLITO INTERNO NA IGREJA

Autoridades eclesiásticas de Campinas estão em pé de guerra, tudo por causa do desmatamento do bosque do Lumen Christi. Nossas fontes internas afirmam que repercutiu intensamente o artigo publicado no Jornal Correio Popular, entitulado "ECOLOGIA SEM ROMANTISMO", de autoria do reitor da PUCCAMP, Padre Wilson Denadai, que já está de olho na vaga de Bispo da cidade, atualmente ocupada por Dom Bruno Gamberini, responsável pela venda do terreno para construção de um empreendimento imobiliário. Ambos recusaram comentar o caso..

Leia na íntegra o artigo e comente:


Um comentário:

Fabio Pupo Nogueira disse...

Gostei (em parte) da postura crítica do Pe. Denadai, porém eu iria mais adiante (claro, não tenho medo de represálias desta instituição fétida): vejo diariamente funcionários trabalhando na renovação do alambrado que cerca a área em questão e que, parece-me, consumiu muito dinheiro. Pergunto-me: para que cercar fortemente um espaço onde não há nada a ser roubado, nada a ser depredado, nada além de um casarão vazio e um bosque enfrentando a ira gananciosa das motosseras e machados? Por que a área que pertence à Igreja precisa ser intransponível, visto que, há pouco tempo, sua visitação pelo público era totalmente permitida?